Antônio Carvalho Neto
De Poesia ninguém morre... se vive!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos
Título Categoria Data
Travesseiro Poesias > Reflexão 22/07/18
Meu velho Cajazeiras (remake) Poesias > Natureza 14/07/18
Vizinha fofoqueira (Homenagem ao poeta Ansilgus) Cordel 07/07/18
Faniquito entre mulher e homem Cordel 02/07/18
O Coito e a Xota Cordel 23/06/18
Ciúme doído Poesias > Reflexão 16/06/18
Suvaqueira Cordel 12/06/18
Meu bigulim Cordel 07/06/18
Eva, a Maçã e a Serpente Poesias > Sensuais 27/05/18
Pum de verdade Cordel 20/05/18
Uso do Verbo Poesias > Amor 13/05/18
Construção de TEXTOS Poesias > Reflexão 07/05/18
Ato de ESCREVER Cordel 02/05/18
01 ano sem Belchior... A MPB ficou triste e previsível ! Crônicas 30/04/18
Poeta e Trovador Trovas 29/04/18
Teu beijo Trovas 29/04/18
O Poeta, o Amor e a Dor da Saudade Poesias > Saudade 28/04/18
TROVADOR teu lugar é Teresina (A briga tá feia !!!) Homenagens 22/04/18
Óia o trem das Geraes Poesias > Amizade 21/04/18
Só dei cabeçada com o CABEÇA DE CUIA! Contos > Causos 13/04/18
Página 1 de 7 1 2 3 4 5 6 7 [próxima»]