Antônio Carvalho Neto
De Poesia ninguém morre... se vive!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos



A Goiabeira e a Solidão

Sonho de Goiabas
Ah, olhei ávido cada goiaba,
Saboreei todas elas,
Acordei com fome.

Fome de Amor
Solidão também dá fome,
Fome de carinho,
O amor partiu sozinho.



MARAVILHOSAS INTERAÇÕES

Vermelha Goiaba
Vermelha goiaba incendeia paladar,
Amor Solitário Acabou,
Solidariedade é premente.

Assinatura: Luiza de Marillac Michel



Desejos
Ávida dos teus beijos,
Sedenta de carícias,
Pecaminosos Desejos.

Assinatura: Anna Lúcia Gadelha


Boca Faminta


Boca faminta,
Fruta madura no pé,
Sonho docinho.

Amor covarde,
Inesperadamente,
Partiu calado. 

Assinatura: Dina Poetisa da Paz

 
Antônio Carvalho Neto
Enviado por Antônio Carvalho Neto em 16/10/2017
Alterado em 27/11/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários