Poeta Carvalho Neto
De Poesia ninguém morre... se vive!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


 
Poema de Amor

Um poema de amor...
É o que vem de dentro,
É um grito contido de dor,
Um clamor!

É o coração latente... Pulsante,
São os olhos marejados,
As mãos trêmulas,
É o corpo que sente!

É o sentimento que fala,
A voz embargada,

O ouvido que cala,
É um sopro d'alma!

(Carvalho Neto)


 
As minhas noites insones me deixam ansioso. Numa delas, resolvi ler um texto sobre a vida de Mário Quintana, notável poeta gaúcho. E, quando percebi, tinha feito mentalmente este poeminha. Aí... foi só abrir o computador, dedilhar o teclado e... pronto!

Obrigado Mário Quintana!

 
Antônio Carvalho Neto
Enviado por Antônio Carvalho Neto em 30/11/2017
Alterado em 02/12/2017


Comentários