Antônio Carvalho Neto
De Poesia ninguém morre... se vive!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos




Promessa Indecente 


No leito da mulher amada...
Tem o frescor da insólita madrugada,
E o cantar alegre no nascer da alvorada!

Nos lábios da mulher amada...
Tem o sabor da fruta tão sonhada,
E o cheiro suave da primeira florada!


No colo da mulher amada...
Tem o ardor de imersa caminhada,
E os segredos pungentes da flor desabrochada!


Nos seios da mulher amada...
Tem o mel doce da colmeia vicejada, 
E o leite ardente da paixão despertada!


Nos olhos da mulher amada...
Tem o brilho cintilante da estrela iluminada,
E promessa indecente de uma noite desejada!

 

 
Post Scriptum


 
Elaborar tercetos é sempre um desafio agradável para qualquer arranjador de versos. São textos rápidos, acendrados, que, quase sempre, permitem uma sonoridade fonética de bela compreensão.  

Sobre o poema... é a primeira perna de um duo. De per si, está incompleto, mas, expressa unilateralmente o sentimento de um amante noviço sobre a mulher idealizada em sua vida. 



 
Antônio Carvalho Neto
Enviado por Antônio Carvalho Neto em 18/01/2018
Alterado em 07/05/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários