Antônio Carvalho Neto
De Poesia ninguém morre... se vive!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos




Chuva de minha Quimera 


Chuva que vem do céu,
Chuva que corre ao léu,
Escorregando nas encostas e barrancos,
Chuva que cai aos prantos,
Chuva dos meus encantos.

Chuva que enche córregos e rios,
Várzeas, barragens, chapadas e grotões,
Chuva que transborda de esperança,
Chuva que adorna o sertão.

Chuva que molha a terra desnuda,
Que inspira o manto verde da vegetação,
Que traz a alegria ao peito,
Por quem bate intenso o coração,
Chuva que me lava a alma,
Chuva bênção que me acalma.

Chuva desejo de minha imaginação,
Minha eterna quimera,
Chuva fértil...
O doce cio da terra.



(Carvalho Neto)




POST SCRIPTUM

 
 
Fiz este poema, quando vi a terra queimada pelo sol cáustico e abrasivo que, inclemente, dizimava o resto da rala vegetação, típica da caatinga, na cidade de Pio IX - PI.

E o postei no RL, com o coração em festa, ao receber a notícia que, após muito tempo, voltou a chover naquela cidade querida. Mas, a chuva logo foi embora e a estiagem permaneceu. São 6 duríssimos e longos anos. Um quadro dramático para essa gente tão sofrida do interior do Piauí.

Hoje voltou a chover. Uma chuvinha tímida e miúda, trazendo a esperança de que "DEUS" destrave, de vez, as torneiras do céu em nosso município. Assim, resolvi publicá-lo novamente.

Dedico-o ao meu sogro, o "seu Alcir", 75 anos, um sertanejo corajoso, teimoso e resiliente, que nunca desistiu de ver a semente brotar, num solo tão maltratado, nesses tempos de estiagem mais intensa.


 
Antônio Carvalho Neto
Enviado por Antônio Carvalho Neto em 21/01/2018
Alterado em 07/05/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários