Antônio Carvalho Neto
De Poesia ninguém morre... se vive!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos




Paixão sem Limites


Nada melhor que varar madrugadas insones,
No calor do teu corpo febril e convidativo...
Nada melhor que duas mentes férteis, sem limites,
Fantasiando tudo o que a sensualidade inventou.

Nada melhor que quatro mãos ávidas,
Explorando a insanidade da paixão selvagem...
E da cegueira tresloucada, despudorada e profana,
Num frenesi inconsequente e desbragado.

Nada melhor e mais louco... que te ouvir sussurrar,
Com voz sumida e rouca, palavras obscenas e desconexas.
Nada melhor que a lucidez do amor e a avassaladora paixão,
Juntas, num instante de êxtase.

Sim, nada como o pensamento rasgado, imoral e proibido...
Nada como a plenitude do amor e a intensidade do prazer,
Conjugadas num mesmo e único ser.
Nada MAIOR que... você em mim e eu em você.


Antônio Carvalho Neto


 
Post Scriptum


 
Não sou especialista em comportamento humano. Apenas, eventualmente, faço-me de simples arranjador de versos. Portanto, não tenho expertise para entender, com propriedade, a extensão de uma "Paixão Sem limites". 

Num texto literário essa "Paixão Sem limites" é bela e poética... mas, na vida cotidiana, pode ser o "melhor dos céus" ou uma "devastadora loucura", que, leva o homem e a mulher à morada de Lúcifer. 


 
Antônio Carvalho Neto
Enviado por Antônio Carvalho Neto em 28/02/2018
Alterado em 08/03/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários