Antônio Carvalho Neto
De Poesia ninguém morre... se vive!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


 
TROVADOR teu lugar é Teresina 
 
Meu compadre Trovador,
Você é um cara gente-fina,
Eu lhe peço por favor,
Venha morar em Teresina.
 
Sei que diz ir pra Cocal,
Cidade querida do Piauí,
Lá também é bem legal,
A Aila Brito mora ali.
 
Mas, Teresina é a capital,
E a cidade é puro amor,
Aqui, besta se dá mal,
Sabido sempre tem valor.
 
 E se vai deixar BH,
E escolheu o Piauí,
Ande direto pra cá,

O teu lugar é aqui.

(Antônio Carvalho Neto)



... E a Briga pelo Trovador tá Feia !!!


Ele tem cabeça feita
 
Sua escolha já foi feita,
Ele tem cabeça-feita,
Não insista por favor,
Terra que acolhe com amor,
Tem tudo para agradar,
Toda a Cocal se anima,
Com o moço belo de Minas,
E já prepara um Sarau,
Para o amigo alegrar, 
A acolhedora Cocal,
De beleza natural,
Será SIM seu novo lar.

(Poetisa Aila Brito)
 

O Trovador vem Bater em Floriano
 
Deixem o poeta decidir,
Ele só vem no fim do ano.
Quem sabe passa direto,
E vem bater em Floriano.

Sei que ele vai gostar...
Da nossa Princesa do Sul,
E quem está lhe esperando.
É o amigo Paraguassú.

 
(Poeta José Paraguassú)
 


Cocal te Espera

Não escute nosso amigo,
Aquí é o melhor abrigo,
Cocal é cidade especial,
Tem trovas fundo de quintal.

Teresina é a Capital,
Carvalho Neto é magistral,
Mesmo que seja puro amor,
Vai derreter nesse calor.

Traga a viola e a cantoria,
Deixe aí as minas faceiras,
Comida boa nao vai faltar,
Aqui tem rosas altaneiras.

E deixe eu lhe contar,
quem vem aqui não quer voltar
Quem nunca veio está perdendo,
Aproveite, estamos lhe acolhendo.

(Poetisa Esperança Vaz)

 


Agora não tem mais JEITO


Agora não tem mais jeito,
 Já falei com o prefeito,
 Contratar uma linda banda,
 Faremos bela ciranda,
 Para o mestre se alegrar,
 Também forró e seresta,
 Cocal inteiro em festa,
 Com carinho e muito amor,
 Venha logo Trovador,
Cocal é o seu lugar.


(Poetisa Aila Brito)


As Geraes não vai deixar
 
As Gerais Trovador não vai deixar,
nem que eu tenha a todos vocês,
à polícia acionar.


(Poetisa Rosa Alves)


O Trovador vai para Sinaloa
 
Eita pra tanta colheita boa,
O poeta é como a seta sem direção,
Quem sabe mira em Cocal e bate em Sinaloa.
A vontade é terra pisada pelo coração.


(Poeta Jásper Carvalho)



Miro é Cidadão Teresinense

Minha amiga Aila Brito,

Por favor não se amofina,
Você quis ganhar no grito,
Mas a vida é quem ensina
 
Recorreu ao seu prefeito,
Prometeu banda e retreta,
Pois lhe digo não tem jeito,
Nada valeu tanta mutreta.
 
Eu falei com o Governador,
E ele logo logo irá criar...
A Academia do Trovador,
Para o poeta albergar.
 
Essa será em Teresina,
O lugar onde irá morar,
Aqui tem cheirosas “minas”,
Pra meu compadre namorar.
 
 Estou com título na mão,
Bebericando cajuína...

 "Miro é o novo cidadão,
Da nossa linda Teresina".

E pra acabar de vez o falatório,

Encerrando tal briga feia,
Vou registrar isso em cartório,
Quem duvidar vai pra cadeia.


(Antônio Carvalho Neto)
 

E AGORA?

Sinto muito meu amigo,
Ouça o que vou te dizer,
Não te faças de inimigo,
 Do contrário vais perder.

A chance de abraçar,
O querido Trovador,
 Quando aqui ele chegar,
 Galante e cativador.

Já falei com o ministro,
Prefeito e deputado,
Com o aval e com registro,
 Do governo do Estado.

Também com o presidente,
E até com o papa falei,
O povo agora é ciente,
TROVADOR é nova lei.

Lenda viva humanitária,
Património de Cocal,
 Por sua obra literária,
Esse moço genial.

Recebeu a honraria,
de Cidadão Cocalense,
 Com licença em Confraria,
De Homem Piauiense.

Te digo com muito orgulho,
 Melhor refletir consigo,
 Vem pra cá no mês julho,
Abraçar o teu amigo.


(Poetisa Aila Brito)


Aila Brito perdeu e apelou
 

Minha amiga Aila Brito,
Percebi não sabe perder,
Só faltou Jesus Cristo,
Na história você meter.
 
E é fácil compreender,
O quanto a amiga está apelando,
Lá de longe sem saber,
O Papa num tá nem se incomodando.
 
Mas entendo seu desespero,
Argumento você não tem,
Completando seu desassossego,
É pra Teresina que o Miro vem.
 
Meu compadre é camarada,
E te dará uma colher de chá,
Pra não dizer que não ganhou nada,
Ele também vai por lá.
 
Só que sua ida pra Cocal,
Vai ser bem diferente,
Pois pra nunca se dar mal,
Uma vez é suficiente.
 
 Isso você pode acreditar,
Inclusive ir já comemorando,
A ida do meu compadre lá,
Será só um dia do ano.
 
Você disse que o Miro é GENIAL,
E isso nem DEUS duvida,
Ele vem morar na capital,
Ser feliz pro resto da vida


(Antônio Carvalho Neto)



Papai Miro vem pra Colônia do Gurguéia

Pra todos esses que lhe querem aqui no Piauí.
 
Se suas netas permitirem sua vinda para cá,
.
O seu trem é em terra de rei que vai parar,
.
Pois não tem cajuína em Teresina,
 
Nem tão pouco princesa em Floriano.
 
Viras pousar em terra de Rei.
 
Pois em Colonia do Gurgueia
 
O seu filho Atila aqui está
 
de braços abertos a lhe esperar
 
para juntos podermos pescar
 
e suas trovas cantarolar.
 
 (Átila, o Rei de Colônia do Gurguéia... Filho do Miro)

 

As Geraes se Manifestam
 
Quanta honraria!
Querem levar o Trovador para o Piauí
Aqui nas Gerais todos se manifestaram
Ninguém tira o Trovador daqui.

(Poetisa Rosa Alves)



Proposta de Paz
 
Não falei de Jesus Cristo,
Pois com Ele não se brinca,
 Contudo havia previsto,
 Tu envolto nessa 'trinca'. 

Apelando com diploma,
 Desespero e 'falação',
 Mas Cocal todo assoma,
 Muito amor no coração.

Trovador é moço esperto,
 Sabe do real valor,
 O 'papel' tem brilho incerto,
 Essencial é o amor.

Por isso não se apoquente,
 Cheguemos a um consenso,
 A saída inteligente,
 É primar pelo bom senso. 

U'a proposta então te faço,
 Para o bem do Piauí,
 Trovador unindo o laço,
 Da gente daqui e daí.

Teresina e Cocal,
 De Cocal a Teresina,
 Mineirinho especial,
Com sua luz a paz defina.


(Poetisa Aila Brito)



O Trovador é do Piauí (Proposta Aceita)


Minha querida Aila Brito,
Agora você foi inteligente,
Já não quis ganhar no grito,
Tua proposta é coerente.
 
Assim, fica tudo igual,
Para orgulho do Piauí,
Metade do ano vai pra Cocal,
Outra metade o Miro fica aqui.
 
Mas, uma coisa eu te digo,
Foi com amor e sem nenhuma frescura,
O Diploma realmente foi merecido,
Pelo qu’ele faz pela literatura.
 
O Miro é um talento sem igual,
Em Minas, no Ceará ou onde estiver,
No Piauí... seja em Teresina ou em Cocal,
O Trovador faz poesia é pra mulher.
 
E quem canta com tamanha beleza,
E encanta com tanta paixão,
Só pode ter tanta grandeza,
O Trovador está em nosso coração.
 
Aila... dessa  vez você tem razão,
Vamos acabar logo essa pendenga,
Sem qualquer outra objeção,
Antes que um dos dois se arrependa.

 
(Antônio Carvalho Neto)



Se puder um dia volte
 
Nesta ciranda e versos,
Todos eles bem rimados,
Convidando ao trovador,
Para mudar-se de estado,
Mas ainda está confuso,
Qual seria a cidade,
Para este visitante ilustre,
Profundamente disputado,
Mas seja ela qual for,
Eu deixo meus sinceros votos,
Que nunca se esqueça de Minas,
E se puder um dia volte.


(Poeta Miguel Jacó)


Minas sem o Trovador

Minas sem o trovador,
É como o doce sem açúcar,
Espero que esta disputa,
Seja logo equacionada,
Porque se não a mineirada,
Terá problemas na vida,
E muita gente em BH,
Se sentirá entristecida,
Nem sempre sermos vitoriosos,
Nos faz sentirmos felizes.

(Poeta Miguel Jacó)




Post Scriptum
 

 
Corre um buchicho no RL, que o Compadre Miro, o fogoso TROVADOR DAS ALTEROSAS, vai deixar sua BH e morar no Piauí.

Dizem que vem no Trem das Geraes, já que sua bagagem cultural e sua criatividade são enormes e não comportam noutro veículo menos espaçoso. E que trará sua viola e um vagão cheio de "minas", pois não vive sem suas queridas.

Inicialmente, seu destino é a acolhedora e aprazível cidade interiorana de Cocal. E Miro, todos os dias, quer comer cuscuz quentinho na hora em que se lavantar... comida típica da cidade. Lá, também, residem duas grandes amigas poetisas: Aila Brito e Esperança Vaz.

Bom... quando eu soube dessa intensão de meu Compadre Miro, decidi fazer uma campanha para que venha, sim, morar no Piauí... mas, em Teresina. Assim, minha cidade ficará muito melhor e bem mais divertida.

Aproveito que meu Compadre aniversaria brevemente, dia 29/04, para lhe mandar um forte abraço, desejando que tenha muita saúde e continue a nos brindar com suas maravilhosas inspirações.

Compadre Miro... teu lugar é Teresina !!!
Antônio Carvalho Neto
Enviado por Antônio Carvalho Neto em 22/04/2018
Alterado em 17/07/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários